Arte na Pré - História - Universo Atakima

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Arte na Pré - História

A explicação da série de História da Arte pode ser vista aqui neste link. 

Antes de ser criado a escrita, povos antigos já produziam obras de arte. Nas cavernas, homens pintavam figuras que representavam pessoas e animais, cenas de caças eram ritos religiosos, ou seja, apresentavam uma utilidade pragmática. Também teve esculturas de madeira, ossos e pedras. As manifestações antigas foram encontradas na Europa, em especial na Espanha, sul da França e sul da Itália, com data próxima de 25000 a.C., período paleolítico. 

Além dos povos pré-históricos, também é considerado arte primitiva as produzidas pelos índios e povos que viviam na América Pré-Colombiana (como os Maias, Astecas e Incas). com esses povos veio esculturas, pinturas e templos feitos de pedras e outros materiais preciosos. 

Também temos na atualidade: negros africanos, que produzem máscaras, esculturas e pinturas. outros nativos da Oceania e Índios americanos. São artes que são projetados de forma primitiva e com estilo próprio. 

Pinturas Rupestres

Essa foi a principal manifestação artística da pré-história, podem ser encontradas no interior de cavernas e em paredes de pedra. Retratam animais, homens e mulheres, além de cenas de caçadas. Também pode ser encontrada representações de símbolos, com significado desconhecido até então. As cores das pinturas são preto e vermelho. 

Pintura encontrada na Caverna de Lascaux, França. 

No período neolítico, a pintura evolui e é começada a ser usada como elemento decorativo e retratando mais cenas do cotidiano. Começam a utilizar outros instrumentos para pintura, além das mãos. E por fim, por volta de 2000 a.C. a pintura assume uma característica mais parecida com a escrita, mas preserva ainda seu pragmatismo (seu caráter mágico/religioso). Celebra a fecundidade e também aparece objetos de adoração - totens. 

Pinturas do Período Neolítico
Esculturas 

Como citado em cima, a escultura eram de propósito religioso. Mas também foi elaborado utensílios domésticos. Os temas das esculturas eram os mesmos das pinturas: figuras humanas, principalmente as femininas e animais. As figuras femininas tinham como característica grandes seios e ancas largas, associada com a fertilidade. 

Escultura Neolítica e  Escultura Neolítica em Bronze
Vênus de Willendorf - Estatueta representa uma figura feminina robusta, simbolizando a fertilidade. Foi reproduzida em calcário oolítico. Foi descoberta no sítio arqueológico do paleolítico situado perto de Willendorf, na Áustria. 
Vênus de Lespugne, encontrada na França
Após a dominação do fogo, passou a ter a produção de peças de cerâmica como vasos (que tinha decorações geométricas na sua superfície, não sendo obrigatório).

Cerâmica do período neolítico
Cerâmica com desenhos geométricos na superfície


Arquitetura

O homem pré-histórico vivia em pequenos grupos nômades, deslocando-se de acordo com a necessidade. Apenas no período neolítico que começaram a desenvolver as primeiras formas de agricultura e consequentemente, começaram a se fixar mais tempo numa mesma localidade. Com isso surgiu abrigos naturais e construídos, mesmo assim muito pouco foram encontrados, e o que foi encontrado era mais câmaras mortuárias e templos, raras as construções de moradia. Eram construídos com fibras vegetais e pedras colossais. 

Portal dolmen, Pentre Ifan, Wales
São chamados de Megalíticos e são classificados em Dólmens - galerias cobertas que possibilitavam o acesso a uma tumba.
Menires - grandes pedras cravadas no chão de forma vertical
Cromlech - são conjuntos de menires e dólmens organizados em círculo
Stonehenge, na Inglaterra, um dos mais famosos cromlech. 
Menir do Outeiro, Reguengos de Monsaraz 
Pré - História no Brasil

O Iphan já havia identificado cerca de 10 mil sítios arqueológicos (sete já se encontram  tombados como patrimônio): Sambaqui do Pindaí (São Luis/MA); Parque Nacional da Serra da Capivara (São Raimundo Nonato/PI); Inscrições Pré-Históricas do Rio Ingá (Ingá/PB); Sambaqui da Barra do Rio Itapitanqui (Cananéia/SP); Lapa da Cerca Grande (Matozinhos/MG); Quilombo do Almbrosio (Ibiá/MG) e Ilha de Campeche (Florianópolis/SC). Esses sítios são protegidos pela Lei nº 3 924/61 e considerados bens patrimoniais da União. 

Um dos sítios arqueológicos mais importantes do Brasil é a Serra Nacional da Capivara, no estado do Piauí. 
Pintura Rupestre na Serra da Capivara - PI 
Deste de 1970 pesquisadores trabalham no sítio da Serra da Caqpivara, classificando as pinturas e gravações. Elas foram classificadas em dois grandes grupos: Naturalistas e Geométricos. 

Naturalistas: predominantemente a figura humana, isolada ou em grupo, em movimentos de cenas de caça, guerra e trabalhos coletivos. Ainda nessa categoria pode-seencontrar figuras de animais. Toda a pintura é feita com a cor vermelha e o interior do corpo é todo pintado e os membros eram representados com traços. 

Aqui nessa imagem, proveniente da Serra Nacional da Capivara, temos a presença dos dois estilos: Naturalista e Geométrico. 
Geométricos: são bem variadas, apresentando linhas paralelas, grupos de pontos, círculos, cruzes, espirais e triângulos.

A diferença das pinturas rupestres da Serra da Capivara para outras encontradas pelo mundo é a retratação de muitas figuras humanas, em temas variados, além de expressarem grande dinamismo (como danças e rituais). O estilo foi denominado de Várzea Grande.

Representações humanas em dança (talvez uma cena de sexo bem ali? Dá pra ver o membro ereto do homem da caverna brasileiro, um descendente do kid bengala). 

 Fontes Utilizadas: 
banner
Anterior
Proxima

Assino meus textos como Miaka J. S. Freitas. 

Decolando no curso de Desing pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Nas horas vagas procura por Um Sofá fofinho para cuidar dos blogs "Universo Atakima e "Um Sofá à Lareira". Além do canal "Insônia Nerd", aonde perde o sonho com as melhores obras desse universo. 
Estou tentando encontrar o meu próprio espaço para ouvirem minhas ideias e pensamentos meio que "insano" as vezes...
E por ai pela internet afora ainda pode encontrar outros lugares por onde anda meus textos!!

0 recadinhos:


Quer comentar e não tem conta?!
1- escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).

Sejam sempre bem vindos a deixarem comentários, criticas e sugestões. Eles são muito importante para meu caminho como escritora. Com eles poderei saber o se o caminho que estou trilhando esta certo ou se precisa de mudanças. Obrigada por visitar e comentar.

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.