Entrevista com a Gisele Dolls - Nova parceira do Universo Atakima - Universo Atakima

quinta-feira, 30 de março de 2017

Entrevista com a Gisele Dolls - Nova parceira do Universo Atakima


Hoje trago mais uma entrevista aqui no blog. Dessa vez com a Gisele, responsável a dar vida a bonecas, bebês e outras peças de biscuit, que impressionam pela originalidade, realismo e por terem articulações. Ela também será uma parceira do blog neste ano de 2017, sempre trazendo novidade do seu trabalho. Para conferir seu trabalho, ela tem um perfil dedicado chamado Gisele Doll, aonde aceita encomendas.

Universo Atakima: Muito obrigada por aceitar participar dessa entrevista. Admiro seu trabalho e estava ansiosa para falar dele no blog. E o melhor seria se a própria criadora falasse de suas criações.
Gisele: Eu que agradeço pelo convite é uma honra fazer parte do seu blog.
Universo Atakima: De onde surgiu a ideia de criar suas próprias peças?
Gisele: Porque eu queria ter minhas próprias criações, não queria copiar de ninguém, até porque reproduzir peças de outras artistas é crime.
Universo Atakima: fizeste cursos de capacitação ou foi aprendendo de forma auto ditada?
Gisele: Nunca fiz cursos, Fui desenvolvendo a minha própria técnica.
Universo Atakima: como foi o incentivo e aceitação dos amigos e familiares?
Gisele: Sempre tive muito apoio de todos, mas principalmente da minha mãe, ela me ajuda fazendo as roupas de todas as bonecas. Aceitação no mercado foi bem aos poucos, mas graças a Deus já tenho um pouco de conhecimento.
Universo Atakima: da onde surgiu a paixão por fazer bebês, bebês diferentes do convencional?
Gisele: Na verdade foi pela paixão e sonho em ter uma Reborn (bebê em tamanho e detalhes realistas.) Certo dia, brincando de massinha com meu filho resolvi fazer um mini bebê, quando me assustei havia esculpido um bebê em miniatura muito real, depois desse dia nunca mais parei. Há poucos dias tive a ideia de fazer um bebê com olhos maiores e meigos que me cativou muito e dai me veio à pergunta: O porquê de não fazer bebê diferente? O diferente seria errado, ou seria fofo?
Universo Atakima: como é a reação do público quando divulga mais um trabalho feito?
Gisele: Sempre recebo elogios e carinho de todos, alguns que as vezes não gostam.
Universo Atakima: Aceita encomendas? Se sim, quais são as mais comuns?
Gisele: Trabalho por encomendas, as vezes tenho a pronta entrega. Os minis bebês são os que chamam mais atenção pelo tamanho e riqueza em detalhes, pois eles tem mancha de nascimento, veia, marquinha de vacina e unha.
Universo Atakima: você trabalha com outra coisa? Formada?
Gisele: Sim, além de fazer esculturas eu e meu marido trabalhamos no centro de Belo horizonte na Gv informática de segunda a sexta, onde estou pensando em expor também algumas peças de meus trabalhos como decoração e para quem quiser conhecer.

~~**~~
Espero que tenham gostado dessa entrevista. Se tiverem algum projeto de trabalho manual ou conheçam algum artesão que queira que seu projeto seja divulgado, podem entrar em contato com o blog e vamos adorar conhecer seu trabalho.
banner
Anterior
Proxima

Assino meus textos como Miaka J. S. Freitas. 

Decolando no curso de Desing pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Nas horas vagas procura por Um Sofá fofinho para cuidar dos blogs "Universo Atakima e "Um Sofá à Lareira". Além do canal "Insônia Nerd", aonde perde o sonho com as melhores obras desse universo. 
Estou tentando encontrar o meu próprio espaço para ouvirem minhas ideias e pensamentos meio que "insano" as vezes...
E por ai pela internet afora ainda pode encontrar outros lugares por onde anda meus textos!!

0 recadinhos:


Quer comentar e não tem conta?!
1- escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).

Sejam sempre bem vindos a deixarem comentários, criticas e sugestões. Eles são muito importante para meu caminho como escritora. Com eles poderei saber o se o caminho que estou trilhando esta certo ou se precisa de mudanças. Obrigada por visitar e comentar.

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.